O que estou lendo


A Garota Que Bebeu a Lua


A Garota que Bebeu a Lua


"Uma fábula sobre aceitação, amor, amadurecimento e o poder da memória. Da autora de O Filho da Feiticeira, considerado o Livro do Ano pelo Washington Post.

Todo ano o povo do Protetorado deixa um bebê como oferenda para a Bruxa que vive na floresta, na esperança de que o sacrifício a impeça de aterrorizar sua pequena cidade protegida pelos muros e pela Torre das Irmãs da Guarda. Mas, Xan, a Bruxa na floresta, ao contrário do que eles acreditam, é bondosa. Ela vive em paz com um Monstro do Pântano muito inteligente e um Dragão Perfeitamente Minúsculo. 

Todo ano ela resgata o bebê deixado pelos Anciãos e o leva em segurança para uma família adotiva em uma das Cidades Livres do outro lado da floresta. Durante a longa viagem, quando a comida acaba, Xan alimenta os bebês com luz estelar. Em uma dessas ocasiões ela acidentalmente oferece a um deles a luz do luar, dotando a menininha de uma magia extraordinária. 

A bruxa então decide criar a menina “embruxada”, a quem chama de Luna. Conforme o aniversário de treze anos da menina se aproxima, sua magia começa a aflorar – e pode colocar em perigo a própria Luna e todos à sua volta."  (texto retirado do
skoob)

_____________________________________________________________


Zelota


Zelota

Dois mil anos atrás, um pregador judeu atravessou a Galileia realizando milagres e reunindo seguidores para estabelecer o que chamou de 'Reino de Deus'. Assim, lançou um movimento revolucionário tão ameaçador à ordem estabelecida que foi capturado, torturado e executado como um criminoso de Estado. Seu nome era Jesus de Nazaré. Poucas décadas após sua morte, seus seguidores o chamariam de 'o filho de Deus'. 
Com uma prosa envolvente, baseada em uma pesquisa meticulosa, o escritor e especialista em religião Reza Aslan mergulha na turbulenta época em que Jesus viveu, reconstruindo com maestria a Palestina do século I em busca do Jesus histórico. Ao fazê-lo, encontra um rebelde carismático que desafiava as autoridades de Roma e a alta hierarquia religiosa judaica - um dos chamados zelotas, nacionalistas radicais que consideravam dever de todo judeu combater a ocupação romana. Aslan descreve um homem cheio de convicção, paixão e contradições; e aborda as razões por que a Igreja cristã preferiu promover a imagem de Jesus como um mestre espiritual pacífico em vez do revolucionário politicamente conscientizado que ele foi. Numa narrativa de tirar o fôlego, Zelota oferece uma nova perspectiva sobre aquela que talvez seja a história mais extraordinária da humanidade.". (texto retirado do skoob)
_____________________________________________________________

Livros que comentei - 2019

O Legado de Avalon - aqui

Delegado Tobias - aqui

Memórias Inventadas - aqui

A Princesa que Tinha Medo de Barata - aqui 

A Viúva Silenciosa - aqui

Crônica do Pássaro de Corda - aqui

Negrinha - aqui

Macunaíma - aqui


Todas as resenhas do Blog aqui.
_____________________________________________________________

Quer indicar um livro para leitura? Envie sua dica aqui

3 comentários:

  1. Hei... Eu gostei da página "O que estou lendo" e até fiz o mesmo no meu blog, mas como faço para postar um novo livro nessa mesma página?
    Preciso de uma ajudinha ^^^Comenta lá no meu blog se puder, bjs.

    ResponderExcluir
  2. Opa, Paul!


    Espero que curta a leitura de ambos os livros...


    Abs.

    ResponderExcluir

Bem-vindo. Seu comentário é muito importante!