15 de maio de 2014

Copa, sala, cozinha? Pra onde vamos?


[image%255B3%255D.png]
Como vão, caríssimos humanos? Preparados para a Copa do Mundo? Gripados? Com dengue? Linchando alguém? Enfim, espero que tudo esteja normal com vocês. Por aqui, tudo continua a mesma merda de sempre.

Desta vez eu vim falar sobre direção e Copa. O que uma coisa tem a ver com a outra? Sei lá. O que observo é o quanto vocês estão perdidos. Tornaram-se policial, juiz e executor, mas esqueceram-se do advogado. Verdadeiros justiceiros. Eu não vou dizer que não os culpo, porque mentiria. Não acho que uma opinião televisiva seja capaz de transformar gente em animal. Acredito que uma vida toda de animal segue animalesca. Talvez aqui sim, posso aliviar um pouco para vocês. Posso dizer que não lhes ensinaram a ser gente.

Mas não é desculpa. Não é justificativa. Tanto ser filho da puta como ser honesto é coisa que não pode ser atribuída a outra pessoa além de quem o é. Explico: o bem e o mal são coisas que exigem prática. Ninguém nasce filho da puta e nem é transformado em um. O que acontece é que o cabra aprende a ser e depois pratica. O mal é como uma semente. É preciso plantar, irrigar, cuidar direitinho para que nasça. Em outras palavras, exige uma ação. Já reparou que tem uma pá de gente plantando e cuidando dessa semente?

Do mesmo modo acontece com o bem. Não precisamos entrar no mérito do bom, do certo ou justo. Fiquemos apenas com o seguinte: “não devo foder com o outro se não quero ser fodido também”. Se o caboclo planta essa semente, cuida dela e tudo mais, vai acabar colhendo o que plantou. E agora entra a questão da direção que eu tinha mencionado. Veja só, se você trilhar por caminhos verdadeiros, honestos vai ter um norte bem concreto para se orientar. Sabe por quê? Pelo simples fato de a verdade ficar gravada na sua cachola com mais facilidade por conta de ser algo real; que aconteceu. Gravamos a verdade e esquecemos a mentira porque temos medo dela. Temos medo de sermos pego mentindo, mesmo que inconscientemente. Daí a merda: a mentira vira outra mentira; não se sustenta, confunde e nos deixa sem direção.

Sacou a parada? Pois bem, agora vem a questão da Copa. Não vou ficar de mimimi porque ela vai acontecer enquanto uma pessoa fica doze horas esperando ser atendida por um médico no Pronto-Socorro sucateado. Nem vou me queixar porque as pessoas estão morrendo sem cuidados médicos; sem polícia; sem educação. Isso tudo é coisa que já se vê muito por aí e não vai ser as minhas palavras de merda que vão fazer vocês se tocarem. Tanta gente melhor aí já falou disso e não adianta nada. Eu até entendo o motivo de nada mudar, embora não o aceite. É que vocês não sabem por onde começar. Estão sem norte.

O que quero fazer aqui é uma previsão. Isso mesmo, uma profecia fecal. Gravem bem, meus amigos humanos: o Brasil será campeão da Copa do Mundo de 2014.

Abraços fecais (mentais).
Fezesman  







2 comentários:

  1. Fezesman para presidente!

    Só assim esse país vai sair da merda \0/!

    ResponderExcluir
  2. Hehehehe. Obrigado por comentar, amigo. Grande abraço.

    ResponderExcluir

Bem-vindo. Seu comentário é muito importante!